Artists I love: Interviews

Artists I love: Interview - Crimefish

julho 07, 2012,25 Comments

Are you ready for the third interview in the series of Artists I love? If you still haven't, don't forget to read the interviews with the swedish painter Linnea Strid and the danish artist Zindy Nielsen
Estão prontos para a terceira entrevista da série Artists I love? Se ainda não o fizeram, não se esqueçam de ler as entrevistas com a pintora sueca Linnea Strid e com a artista dinamarquesa Zindy Nielsen!

Photobucket

For this third interview, meet Kate a.k.a. Crimefish, the artist that has influenced me the most to begin to work with coloured pencils in the first place!
Nesta terceira entrevista, conheçam a Kate a.k.a. Crimefish, a artista que mais me influenciou a começar a trabalhar com lápis de cor em primeiro lugar!

Photobucket


Hi Kate! Could you describe yourself a little bit so we can know a bit more about you?
Olá Kate! Podes te descrever um pouco para ficarmos a saber mais sobre ti?
Hello there. Well, I'm 24 years old, I'm English, I'm an artist, and I'm legally disabled... although that word's tricky – when most people hear it, they think of someone in a wheelchair. But I look fine. I have chronic bowel disease, progressive liver disease, and I also suffer from agoraphobia and social anxiety disorder. So it can be hard to communicate with people. This is one reason art's so important to me. It's a way to show people something you're passionate about, without having to say a word. Oh, and I'm self-taught.
Olá. Bem, tenho 24 anos, sou inglesa, sou uma artista, e sou oficialmente inválida... se bem que a palavra é traiçoeira - quando a maior parte das pessoas a ouve, pensam em alguém numa cadeira de roda. Mas não faz mal. Eu tenho uma doença intestinal crónica, doença hepática progressiva, e também sofrio de agorafobia e transtorno de ansiedade social. Por isso pode ser muito difícil comunicar com as pessoas. Essa é uma das razões pelas quais a Arte é tão importante para mim. É uma forma de mostrar às pessoas aquilo de que gostas, sem ter de dizer uma palavra. Oh, e sou auto-didacta.  
Photobucket
How long have you been into Art? Do you remind yourself as always being an artist or did you find your talent more recently? When and why did you decide to take Art more seriously?
Há quanto tempo gostas de Arte? Lembras-te de sempre ser uma artista ou descobriste o teu talento mais recentemente? Quando e por que decidiste levar a Arte mais a sério? 
Always! I remember even at an early age, staying home from school so I could draw all day. Whenever someone asked me what I wanted to be when I grew up, I'd say I wanted to be an artist. I won awards for art in the first few years of school. I stopped winning them as I got older... maybe because personal projects seemed more important than school assignments. I remember my teachers being disappointed at the time, but I had a clear feeling of what was worth my time. I think that's okay. If teachers are trying to inspire you to work hard at something, but you're already so inspired that you're taking the initiative to start your own projects, then they've done their job and they don't need to worry.

I started seriously working on realism a couple of years after I was diagnosed with Crohn's disease. I got so ill that I had to stop going to school, and I had home tutors helping me to study for my exams. I was really bored, and really depressed, and I had a lot of time on my hands. I stopped doodling and started drawing portraits. I had never really had an aim before, while drawing. Now I was drawing existing persons, and I wanted the drawings to look as much like them as possible. Before, I'd just moved from craft to craft. Always something artistic, but not necessarily always drawing. But once I started drawing portraits, I discovered I was quite good at it, and I wanted to see how much better I could get. So I focused on that.

And then I joined deviantART, and I was floored by the treasure trove of talent on that site. Even the artists with less natural talent have enthusiasm to be admired. Everyone can inspire you, and I guess I started taking art more seriously once I saw how important it is to so many people.
Desde sempre! Lembro-me de cedo, ficar em casa depois da escola para poder desenhar todo o dia. Quando alguém me perguntava o que eu queria ser quando crescesse, eu respondia que queria ser uma artista. Ganhei prémios de arte nos primeiros anos de escola. Parei de os ganhar assim que fui ficando mais velha... talvez porque os projectos pessoais pareciam mais importantes que os trabalhos escolares. Lembro-me de os meus professores ficarem desapontados na altura, mas tinha uma sensação clara do que valia o meu tempo. Acho que não faz mal. Se os professores continuarem a tentar inspirar-te para trabalhar em algo, mas já estiveres tão inspirado que tomas a iniciativa de começar os teus próprios projectos, então eles fizeram o seu trabalho e não precisam de se preocupar.
Comecei a trabalhar a sério em realismo uns anos depois de me ter sido diagnosticada a doença de Crohn. Fiquei doente por isso tive deixar de ir à escola, tinha tutores em casa para me ajudar a estudar para os meus exames. Estava muito aborrecida e muito deprimida, e tinha imenso tempo livre nas minhas mãos. Parei de fazer esboços e comecei a desenhar retratos. Nunca tinha tido um objectivo antes enquanto desenhava. Agora estava a desenhar pessoas que existiam e queria que os meus desenhos parecessem tão reais quanto possível. Antes, eu simplesmente passava de actividade para actividade. Sempre algo artístico, mas não necessariamente sempre desenhar. Mas assim que comecei a fazer retratos, descobri que era boa nisso e queria saber o quão melhor poderia me tornar. Por isso foquei-me nisso.
Depois juntei-me ao deviantART e fui invadida pelo achado de talento no site. Até os artistas com menos talento natural têm entusiasmo a ser admirado. Todos te podem inspirar e acho que comecei a levar a Arte mais a sério assim que reparei o quão importante é para tantas pessoas.

Photobucket





Looking at your earlier work, one can see you have always been a great artist but you seem to have improved a lot over the years. What do you think that was your biggest accomplishment since you started drawing?
Olhando para os teus trabalhos mais antigos, podemos ver que sempre foste uma grande artista mas pareces ter evoluído imenso ao longo dos anos. O que pensas ter sido a tua maior conquista desde que começaste a desenhar?

That's hard to say, because most of my improvement is so gradual it can only be noticed in hindsight! Possibly, if it can be called an accomplishment, deciding to buy better pencils, and better paper. When you're struggling to improve, it can be really hard to tell whether your tools are holding you back. It's quite nerve-racking, making the decision to invest in expensive art supplies, because... what if you were wrong? What if your tools aren't holding you back at all, and you're just not very good? But it's often the right thing. As long as you're serious about your hobby, investing in it is rarely a waste of money.
Isso é difícil de dizer já que a maior parte do que alcanço é gradual e só pode ser visto em retrospectiva! Possivelmente, pode ser considerada uma realização decidir comprar melhores lápis e melhor papel. Quando tentas melhorar, pode ser muito difícil dizer se as tuas ferramentas de trabalho de estão a 'prender'. É muito irritante, fazer a decisão de investir em materiais de arte caros porque... e se estiveres errado? E se os materiais não te estiverem a 'prender' de todo, e se simplesmente não és assim tão bom? Mas geralmente é o acertado a se fazer. Desde que te dediques ao teu hobby, investir nele raramente é uma perda de dinheiro.

Photobucket
Diamonds in the sun



You work often on fanart Why did you choose to do fanart and what are your favourite subjects to draw?
Tu trabalhas frequentemente em fanart. Quando escolheste fazer fanart e quais são os teus temas preferidos para desenhar?

I first started doing fanart very soon after I started drawing. I was under 10 years of age. I'd spend all day drawing the things around me. I'd draw my dad, my bunny plushie, and my favourite cartoon characters. It just seemed natural. I drew what was in my life, and to me, fictional characters were inseparable from members of my family, or my favourite toys. They were just as important a part of my life.

Of course, I didn't know at the time that there was such a thing as fanart. Since joining deviantART (which was almost 8 years ago) I know more about different genres and styles of art, and the significance of different subjects. And now I do fanart a lot because... well, those subjects are still a huge part of my life. I just draw whatever I'm feeling passionate about.
As for my favourite subjects... well, I do a lot of Supernatural fanart! Although I think I'm getting bored of that. I hope I am really, because I've dedicated so much time to it, and I have so many other favourite shows and movies, and favourite musicians that I've never given myself the chance to draw. I'd really love to do a wider variety of fanart in the future. It's just that when you're absolutely in love and obsessed with a character, it's hard to stop drawing them, and draw something else. I've been doing a bit of Skins fanart lately, and some for The Borgias as well. It's lovely to do fanart for a historical drama, because of all the period costumes.
My favourite characters to draw would be Dean Winchester (as portrayed by Jensen Ackles) and Freddie Mclair, (who's played by Luke Pasqualino). They're complete opposites in looks, so it's a very different experience drawing each of them. They're both beautiful, of course. That sounds really shallow, but it takes so long to complete a drawing! I'd much rather draw someone I can comfortably stare at for two weeks without getting too bored.
Eu comecei a fazer fanart muito pouco tempo depois de ter começado a desenhar. Tinha menos de 10 anos de idade. Passava todo o dia a desenhar as coisas à minha volta. Eu desenhava o meu pai, o meu peluche de um coelhinho, e os meus bonecos preferidos. Parecia natural. Desenhava o que estava na minha vida e, para mim, sujeitos ficcionais eram inseparáveis dos membros da minha família, ou dos meus brinquedos preferidos. Eram uma parte muito importante da minha vida.
É claro, eu não sabia nessa altura o que era fanart. Desde que me juntei ao deviantArt (quase há 8 anos) sei mais sobre géneros e estilos diferentes de Arte e o significado dos diferentes temas. E agora faço muita fanart porque, bem, esses temas ainda são uma grande parte da minha vida. Eu apenas desenho aquilo que de gosto.
Já quanto aos meus temas preferidos... bem, eu faço muita fanart de Sobrenatural! Apesar de achar que estou a ficar aborrecida com isso. Espero que sim, já que lhe dediquei muito tempo e tenho tantos outros shows e filmes preferidos e músicos preferidos que nunca dei a mim mesma a oportunidade de desenhar. Gostava mesmo de fazer uma variedade maior de fanart no futuro. Simplesmente quando estás absolutamente apaixonado e obcecado por um personagem, é difícil deixar de o desenhar e desenhar qualquer outra coisa. Tenho feito alguma fanart de Skins ultimamente e também d'Os Bórgias. É fantástico fazer fanart para um drama histórico dados o guarda-roupa de época.
Os meus personagens preferidos para desenhar são Dean Winchester (representado por Jensen Ackles) e Freddie Mclair (por Luke Pasqualino). São completamente opostos fisicamente por isso é uma experiência muito diferente desenhá-los. Ambos são bonitos, é claro! Soa muito superficial mas demora muito tempo a completar um desenho! Mais vale desenhar alguém para o qual estou confortável a olhar durante duas semanas sem me aborrecer.


Photobucket
Believe | Dancing days

You seem to use coloured pencils a lot but, looking at your gallery, one can also find some black and white artwork. Do you prefer one over another?
Pareces usar muito lápis de cor mas, olhando para a tua galeria, podemos também encontrar trabalhos a preto e branco. Preferes um ao outro?
I prefer coloured pencils! I feel awful saying that. The thing is, coloured pencils are so fun to work with, and for me they're quicker as well. Graphite drawings take longer to complete, and the process isn't as much fun. But they're both important media for me, and I wouldn't give up black and white in favour of coloured works. It's handy being able to work in more than one medium, because it means I can make the most of whatever image I want to draw. More detailed, high contrast images often look better in black and white; and colourful images that may have less detail look great in colour, obviously. So both media have their pros and cons.
Prefiro lápis de cor! Sinto-me mal a dizer isso. A verdade é que os lápis de cor são divertidos de trabalhar e para mim também é mais rápido. Os desenhos a grafite demoram mais tempo a completar e o processo não é tão divertido. Mas ambos os materiais são importantes para mim e não desistiria do preto e branco em detrimento dos lápis de cor. É muito útil conseguir trabalhar com mais do que um material já que isso significa que posso fazer a maior parte das imagem que quero desenhar. Imagens mais detalhadas e com contraste ficam melhor a preto e brando e imagens coloridas com menos detalhes ficam óptimas a cores, obviamente. Por isso ambos os materiais têm os seus prós e contras.



How long does it take you in average to finish one single piece?
Quanto tempo te demora em média a acabar um só desenho?
Assuming it's an A4 piece, and I cover the entire page, it takes 30-40 hours for a colour drawing, and 40-50 hours for a graphite drawing. But if it's just a little character study (mine are about 4”x4”) then about 4 hours. That's an hour per square inch.
But it usually depends how I'm feeling! I'm really tired a lot of the time, and I may go weeks without working on a drawing. So although it takes a set number of hours, there's no telling how many days from the time I started to the time I'll finish. Normally if I work on it every day, it takes a week or two.
Assumindo que é um desenho A4, só para cobrir toda a página demoro 30 a 40 horas para um desenho a cores e 40 a 50 horas para um desenho a grafite. Mas se for só um estudo de uma personagem (os meus são 4"x4") então demora cerca de 4 horas. É uma hora por polegada.
Mas geralmente depende de como me sinto! Se estiver muito cansada, posso passar semanas sem trabalhar nos meus desenhos. Por isso, apesar de demorar um determinado número de horas, não há forma de saber quantos dias vão passar desde que comecei até acabar. Normalmente, se trabalhar no desenhos todos os dias, demora uma semana ou duas.



Which are your most favourite pieces from your gallery? Any special reason?
Quais são as tuas obras preferidas da tua galeria? Alguma razão em especial?
I love “All Revved Up” because it was my first triptych, and even though that was four years ago, I still do triptychs now because they're such a handy way to do TV fanart. It's easier to capture a scene, or a character in motion, if you use multiple images instead of just one.
And I love “As The World Falls Down” because I tried a different colour palette (which isn't something I do very often), and it was a closeup, so I had to include all the details of skin, like pores and hairs.
Other than that, my favourite is often the most recent one! I guess I'm most proud of my recent work, maybe because my memory of the process is still fresh. Or the pieces that were the first attempt at a new composition or technique. My favourite pieces are the ones I'm most proud of. They're not likely to be other people's favourites, because they're viewing the finished product, whereas I'm remembering the process.
Adoro o "All Revved Up" porque foi o meu primeiro tríptico e, apesar de já ter sido feito há quatro anos, ainda faço trípticos já que são muito úteis quando se faz fanart de televisão. É mais fácil capturar uma cena, um personagem em movimento, se usares múltiplas imagens em vez de apenas uma.
E adoro o "As The World Falls Down" porque tentei usar uma paleta de cores diferente (o que não é algo que faça frequentemente) e por ser uma vista de perto, por isso tive de incluir todos os detalhes da pele, tais como poros e pêlos.
Além desses, geralmente o meu preferido é o último que fiz! Penso que estou sempre orgulhosa do meu trabalho mais recente por ter ainda na memória fresca o processo. Ou os desenhos que foram a primeira tentativa de uma nova composição ou técnica. Os meus desenhos preferidos são aqueles de que mais me orgulho. Muito provavelmente não são os preferidos das outras pessoas porque elas vêem o produto final enquanto que eu relembro o processo.

Photobucket


Photobucket
As The World Falls Down



As artists, we always struggle to get better and improve more and more but we always have strong and weak spots. What do you find the easiest and the hardest to draw?
Enquanto artistas, lutamos sempre para nos tornarmos melhores e melhorarmos mais e mais mas temos sempre pontos fortes e fracos. O que achas mais fácil e mais difícil de desenhar?
That's complicated. If I'm using coloured pencils, blocks of shading are easiest, and details are hardest. If I'm using graphite, it's the other way around. I love drawing fine details, but coloured pencils can make it difficult because the lead is so much thicker than that of a graphite pencil. And with graphite, I hate shading gradients because they're such a pain to blend. They're tedious and time consuming.
But often, the hardest part is hard because it's boring and I lack motivation to work on it, and the easiest is whatever part's the most fun, like drawing facial features. So that part seems to go by quickest.
Essa é difícil. Se estou a usar lápis de cor, blocos de sombreamento são mais fáceis e os detalhes mais complicados. Se uso grafite, é o oposto. Adoro desenhar detalhes pequenos, mas os lápis de cor podem torná-lodifícil já que a mina é muito mais grossa do que a dos lápis de grafite. E com grafite, odeio sombrear gradientes já que são horríveis de se esfumar. São aborrecidos e demoram muito tempo.
Mas geralmente a parte mais difícil é difícil por ser a mais aborrecida e por eu ter falta de motivação para trabalhar nela e a parte mais fácil é aquela que for mais divertida, por exemplo desenhar a cara. Por isso essa parte é geralmente a mais rápida.
Photobucket

Where do you get your inspiration from? When feeling uninspired, what tricks do you use to get back to work? Which artists influence you the most?
Onde vais buscar inspiração? Quando não te sentes inspirada, que truques usas para voltar ao trabalho? Que artistas mais te influenciam? 

I find inspiration EVERYWHERE. There are different types of inspiration, for me. There are things that make me want to draw (other artists on dA), things that inspire my choice of subject (television! Music, song lyrics), and things that inspire the style or composition (other artists definitely inspire me to try a new composition, but what I end up trying is never anything like what I saw them do).
When feeling uninspired, I try to take a break and do something else. I'll play a videogame for a few days, or something, and then look through my reference photos and screencaps to see if anything grabs me. If not, I have a HUGE folder (it's so full and so heavy, I've actually pulled muscles trying to carry it, ahahah) of photos I've pulled out of magazines. If none of my fandoms motivate me to draw, now's my chance to look through my folder and try to draw something that isn't fanart. It'll often be still life or some anonymous model whose name I don't even know. And despite my lack of enthusiasm for the subject, it often turns out to be some of my best work.
As for which artists influence me... no one influences my choice of subject. I have a lot of fanartist friends, and if they do fanart of a show I don't watch (for example) that would probably influence me to watch the show. And then I may want to do some fanart of my own. Mostly, though, other artists just inspire me to DRAW. Not anything in particular, just... if every subject looked boring to me before, after seeing some amazing artwork, suddenly every subject has so many possibilities. I want to draw everything at once, and I feel like I'm going to explode.
The artists that influence me most (I'm most likely to rush off and get to work after viewing their drawings and paintings) are euclase, kleinmeli, and naturalshocks. All on deviantART! The thing that strikes me most about their work is that they all have very particular styles. I could guess it was their work just from the thumbnails. They inspire me to focus more on finding my own recognisable style.
And there are other artists whose style is a more subtle part of their work, like Cataclysm-X, nimra and hypertom. They influence me to work harder to achieve photo-realism. I'm so awestruck by realism, and I think it's godly whenever someone manages it by hand.
Eu encontro inspiração EM TODO O LADO. Há diferentes tipos de inspiração para mim. Há coisas que me fazem querer desenhar (outros artistas no dA), coisas que inspiram a minha escolha de sujeito (televisão! Música, letras de canções), e coisas que inspiram o meu estilo ou composição (outros artistas definitivamente inspiram-me a tentar uma nova composição mas o que acabo por tentar não tem nada que ver com aquilo que os vi fazer).
Quando me sinto sem inspiração, tento fazer uma pausa e fazer outra coisa. Vou jogar por alguns dias ou algo, e depois olho para as minhas fotos de referência e screencaps para ver se algo em cativa. Se não, tenho um arquivo GRANDE (está tão cheio e pesado, consigo mesmo músculos de o carregar, ahahah) de fotos que tirei de revistas. Se nenhum dos meus ídolos me inspira, agora é a minha oportunidade de olhar para o meu arquivo e tentar desenhar algo que não seja fanart. É frequente ser uma natureza-morta ou algum modelo anónimo cujo nome nem sei. E apesar da minha falta de entusiasmo pelo sujeito, normalmente acaba por ser dos meus melhores trabalhos.
Quanto a artistas que me influenciam... ninguém influencia a minha escolha de sujeitos. Tenho muitos amigos que são artistas de fanart e se eles fazem uma fanart de um programa que eu não vejo (por exemplo) isso provavelmente influencia-me a ver esse programa. E depois faço uma fanart por mim mesma. A maior parte das vezes, contudo, outros artistas influenciam-me a DESENHAR. Nada em particular, apenas... se um tema me parecia aborrecido antes, depois de ver alguém fazer um trabalho fantástico, de repente o meu tema tem tantas possibilidades. Quero desenhar tudo de uma vez e sinto que vou explodir.
Os artistas que me influenciam mais (normalmente apresso-me para ir trabalhar depois de ver os seus desenhos e pinturas) são euclase, kleinmeli e naturalshocks. Todos no deviantART! O que mais me fascina no seu trabalho é que todos têm estilos particulares. Acho que posso adivinhar que é o seu trabalho apenas de ver  uma miniatura. Inspiram-me a estar mais focada em descobrir o meu próprio estilo reconhecível. 
E há outros artistas cujo estilo é uma parte mais subtil do seu trabalho como Cataclysm-X, nimra e hypertom. Eles influenciam-me a trabalhar mais arduamente para alcançar o foto-realismo. Fico tão impressionada com realismo e penso que é divino quando alguém consegue alcançá-lo pela sua mão.

Photobucket
Pollo loco | I know, huh?



What is your favourite medium? What supplies do you recommend to other artists?
Qual é o teu material preferido? Que materiais recomendas a outros artistas?
Prismacolor pencils. I love all pencils, really. No matter their brand or quality, they're all good for something. I've used paint occasionally, but it's a hassle for me, having to wait for it to dry, or quickly finish some part or other before it dries. With pencils I can work at my own pace and take breaks whenever I need to. I love Prismacolors because if you press hard and blend furiously, the drawing looks more like a painting. The pigment is so smooth and creamy. But if you press lighter, it gives a normal rough-ish texture like any other pencils would, so they're versatile enough that I rarely find myself needing to use something else.
However, I recently bought a set of 120 Faber-Castell Polychromos! I haven't tried them out yet, but I'm quite excited about it. No matter what kind of texture they produce, I'll have a use for them, and it'll expand my range. So even if I don't like them as much as the Prismacolors, I bet I'll get a lot of use out of them.
I would recommend artist's coloured pencils. What brand depends on your taste! Some people prefer a painted look to their drawings, and some prefer it to be clear that it's drawn. I'd say you should browse different artists' work and make a mental note of what they're using, so that you can compare. If several artists are using the same coloured pencils, and their work all has something in common (for example, a smooth look to their blending), then that's probably the result of the pencils they're using.
My graded graphite pencils are by Paperchase, which is a stationary store, not an art store. So clearly, I'm no snob when it comes to graphite. Anything will do.
As far as paper goes: I'd recommend bristol board. It's very smooth, and makes it easy for you to focus on very fine details. But I also love cartridge paper. It's rough, so it makes blending more difficult, but I think it has a lot of character. If you have trouble blending smoothly, try bristol board; and if you want bolder colours or higher contrast in your graphite work, try cartridge paper.
Lápis Prismacolor. Adoro todos os lápis, a sério. Não importa a marca ou a qualidade, todos são bons para começar. Já usei tintas ocasionalmente mas é aborrecido para mim, ter de esperar que seque ou acabar uma parte de repente enquanto outra seca. Com lápis posso trabalhar ao meu ritmo e fazer pausas quando preciso. Adoro os Prismacolo porque se pressionares com força e esfumares com fúria, o desenho parece-se mais com uma pintura. O pigmento é tão suave e cremoso. Mas se pressionares levemente, dá uma textura normal meio apressada como quaisquer outros lápis o fariam, por isso são versáteis o suficiente que raramente sinto a necessidade de usar qualquer outra coisa.
Contudo, recentemente comprei um conjunto de 120 lápis Polychromos da Faber-Castell! Ainda não os experimentei mas estou entusiasmada. Não interessa a textura que produzam, vou usá-los e irei expandir a minha variedade. Por isso mesmo que não goste deles tanto quanto gosto dos Prismacolor, aposto que os vou usar muito.
Eu recomendaria lápis de cor para artistas. A marca depende do vosso gosto! Algumas pessoas preferem um aspecto pintado nos seus desenhos e algumas preferem que seja óbvio que é desenhado. Eu diria que deves ver o trabalho de outros artistas e fazer uma nota mental do que eles usam para que possas comparar. Se vários artistas estiverem a usar os mesmos lápis de cor e o seu trabalho tem algo em como (por exemplo, um aspecto suave ao esfumar), então é provável que isso seja o resultado dos lápis que estão a usar.
Os meus lápis de grafite são da Paperchase, que é uma loja de artigos de papelaria e não uma loja de Artes. Por isso, claramente, não sou esquisita no que toca a grafite. Qualquer coisa serve.
E quanto a papel recomendo o papel bristol. É muito suave e faz com que seja fácil focares-te nos detalhes. Mas também gosto de papel de impressão. É áspero por isso faz com que esfumar seja mais difícil mas acho que tem muito carácter. Se tiveres dificuldade em esfumar suavemente, tenta papel bristol e se quiseres cores fortes ou um maior contraste nos teus desenhos a grafite, experimenta papel de impressão.



What is the advice you would give to an aspiring artist?
Que conselho darias a alguém que aspira a ser um artista?
Practice. I know that sounds really tedious, but you won't wake up one day and discover you're suddenly good enough. Improvement is gradual, and if you ever become fully satisfied with your work, you'll stop trying to improve. The trick is in being satisfied enough that you don't give up, but not satisfied enough to stop working hard.
Don't limit yourself. The internet is the best art teacher I've ever had. So many artists (including myself) post tutorials describing their techniques... I look at them all, but I don't really use any of them. I just try to keep their tips in mind when I'm working, and if I have the opportunity to try one, I will. Any techniques you try that work, keep using. You learn from every drawing you do, even if what you learned is just one more way not to draw.
Inevitably, I tend to forget what works and what doesn't. So when I experiment, it's hardly ever on purpose. Mostly it's because I'm trying to emulate something I did earlier, and I can't remember how I did it! So I end up finding a new colour palette, or blending technique, purely by accident.
So, practice, experiment, and don't be discouraged. Look at lots of tutorials, but try not to set any rules for yourself, such as “I can't use erasers” or “I have to use blending stumps”. Always try it both ways, because you never know what you'll prefer until you try it.
Prática. Eu sei que soa aborrecido mas não irás acordar um dia e descobrir que de repente és bom o suficiente. As melhorias são graduais e se algum dia te tornares plenamente satisfeito com o teu trabalho, irás parar de tentar melhorar. O truque é estares suficientemente satisfeito que não desistas mas não demasiado satisfeito que irás parar de trabalhar arduamente.
Não te limites. A internet é o melhor professor de artes que alguma vez tive. Muitos artistas (incluindo eu) publicam tutoriais descrevendo as suas técnicas... eu olho para todos eles mas não os uso verdadeiramente todos. Tento apenas guardar em mente as suas dicas quando estou a trabalhar e, se tiver oportunidade de experimentar uma, fá-lo-ei. Todas as técnicas que experimentares e funcionarem, continua a usá-las. Aprendes com todos os desenhos que fazes, até se o que aprendeste é apenas uma forma de desenhar.
Inevitavelmente, eu tendo a esquecer-me do que funciona e do que não funciona. Por isso quando experimento, é dificilmente de propósito. A maior parte das vezes estou a tentar chegar a algo que fiz antes e não me consigo lembrar de como o fiz! Por isso acabo por descobrir uma nova paleta de cores ou uma nova técnica para esfumar, puramente por acidente.
Por isso, pratica, experimenta, e não te sintas desencorajado. Olha para mais tutoriais mas não estabeleças quaisquer regras a ti mesmo, tais como "não posso usar borrachas" ou "tenho que usar esfuminhos". Tenta sempre de ambas as formas porque nunca sabes o que irás preferir até o experimentares.

Don't forget that you're good at what you do. Artists who are used to being part of the online community too often compare themselves to other artists. It would make more sense to compare yourself with non-artists. The general public can barely draw a stick-figure, so even if you're just a beginner, you're already a better artist than most people.
It's fine looking at other artists' work and thinking “I wish I could draw like that” but don't forget they've probably had years more experience than you. There's no reason you won't be even better than them someday. I had a lot of idols when I started to work with realism, and I've surpassed most of them. But now I have new idols. There will always be someone whose skill you can envy, but you'll always be better than someone else, too.
I keep all my old work on display in my gallery on deviantART, so that I can look at them and remind myself how much I've improved. When you're having a bad day and you feel like you're not making any improvement, look at your old work and laugh at how awful you were. Sometimes the best person to compare yourself to is you.
Não te esqueças que és bom naquilo que fazes. Artistas que estão habituados a ser parte da comunidade online muitas vezes comparam-se com outros artistas. Faria mais sentido comparares-te com não-artistas. O público em geral mal consegue desenhar uma figura de palitos, por isso, mesmo se estiveres a começar, já és um melhor artista do que a maor parte das pessoas.
Não há problema em olhar para o trabalho de outros artistas e pensar "quem em dera desenhar isto" mas não te esqueças que eles provavelmente têm anos a mais de experiência que tu. Não há razão para não seres ainda melhor que eles algum dia. Eu tinha imensos ídolos quando comecei a trabalhar em realismo, e ultrapassei a maior parte deles. Mas agora tenho novos ídolos. Haverá sempre alguém cujas capacidades eu irei invejar mas também serei sempre melhor que outra pessoa.
Eu guardo os meus trabalhos antigos na minha galeria do deviantART para poder olhar para eles e lembrar-me do quanto eu melhorei. Quando estiveres a ter um mau dia e sentires que não melhoraste nada, olha para os teus trabalhos antigos e ri-te do quão mau eras. Às vezes a melhor pessoa com quem te comparares és tu mesmo.



What would you like to accomplish in the future as an artist?
O que gostarias de alcançar no futuro enquanto artista?
What a question! People ask me all the time if I'd like to have an art exhibit, or anything like that, but my ambition really revolves more around personal skill than fame and fortune.
I want to master hyper-realism. I want to be unable to distinguish the drawing from the reference photo. Hell, I want to be able to draw without using any references! I want to be able to draw from imagination. I want to complete my work faster. I want to learn to paint. And to sculpt. And to bind books! I want to learn how to make polymer clay miniatures. And I want to learn metal working. I want to learn to sew. I want to learn carpentry...
I'll never be satisfied as long as there are still things I don't know how to do. And even after I can do it, I won't be satisfied until I can do it perfectly. Which means I'll never be satisfied, but that's fine! Satisfaction is the death of passion.
Que pergunta! As pessoas perguntam-me a toda a hora se eu gostaria de ter uma exposição do meu trabalho ou algo parecido mas a minha ambição envolve mais capacidades pessoais do que fama e fortuna.
Eu quero dominar o hiper-realismo. Quero ser incapaz de distinguir entre o desenho e a foto de referência. Eu quer ser capaz de desenhar sem quaisquer referências! Eu quero ser capaz de desenhar da minha mente. E esculpir. E encadernar livros! Eu quero aprender a fazer miniaturas em fimo. E quero aprender a trabalhar o metal. Quero aprender a coser. E quero aprender carpintaria...
Eu nunca estarei satisfeita desde que haja coisas que não sei fazer. E depois de as conseguir fazer, não estarei satisfeita até as fazer na perfeição. O que quer dizer que nunca estarei satisfeita, não afz mal! A satisfação é o fim da paixão.
Photobucket
I'd like to thank Kate not only for allowing me to share her art on my blog but also for taking the time to answer my questions!
Gostaria de agradecer à Kate não só por me autorizar a partilhar a sua arte no meu blog mas também por tirar algum tempo para responder às minhas perguntas!

A ler também...

25 comentários:

  1. lovely interview! So so talented!


    xSGinger and Lace

    ResponderEliminar
  2. Adorei esta entrevista, mas que artista realmente fantástica! Adorei todos os trabalhos que aqui partilhaste, principalmente os relacionados com "Supernatural", que é a minha série preferida! :D

    ResponderEliminar
  3. Your blog is great! It's such an interesting interview :) I'm following you now :)
    http://anna-and-klaudia.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  4. lovely interview.. enjoyed reading it..


    megha
    http://meghafashionista.blogspot.com

    ResponderEliminar
  5. amazing pics!!!
    visit my blog on http://laviecestchic.blogspot.com
    kisses

    ResponderEliminar
  6. thank u so much for ur sweet comment on my blog., u write so well.would appreciate if we follow on gfc n bloglovin,let me know sweety.
    ✿thefashionflite
    ✿twitter
    ✿Bloglovin

    ResponderEliminar
  7. Hi dear!
    I love so much you're blog, I follow u.

    My name in GFC is: sexy_paige_cucu.
    Hope u follow back :) :)

    A lot of kisses, honey.
    http://zapatodetacon.blogspot.com.es/

    ResponderEliminar
  8. Hi! Thanks for stopping by. I love your blog and this artist is amazing! I also love the quote "satisfaction is the death of passion"..perfect!!! Have a great day!
    xo
    Sharon

    ResponderEliminar
  9. thanks so much for your comment! all of these are so stunning! great interview :D

    -Jessica
    http://runninginsideus.blogspot.com

    ResponderEliminar
  10. Those photographs are beautiful! Love the colors!


    katiesbliss.com

    ResponderEliminar
  11. Obrigada querida ♥
    http://dreamsincandyland.blogspot.com

    ResponderEliminar
  12. A very interesting interview, I loved to read it!! Thanks so much for this post - and for your sweet comment that made me find your blog! I followed you via bloglovin, maybe you would like to follow me too?


    xxx Anita
    kulturundstil.blogspot.com

    ResponderEliminar
  13. ela é mesmo fantástica! eu também adoro Sobrenatural e a fan art dela é mesmo muito boa :)

    ResponderEliminar
  14. I agree, that quote is fantastic, I had to highlight it! :)

    ResponderEliminar
  15. they're actually drawings, Kate's that amazing!

    ResponderEliminar
  16. I'm glad you like the interview, thank you so much for following! :)

    ResponderEliminar