sexta-feira, fevereiro 28, 2014

On Wednesdays we wear Pink

937
938939
940

I've never been one of wearing pink a lot, especially in pastels tones, but every now and then I open an exception and it ends up working! I must confess that, with so many grey days, I couldn't see any dark clothes in front of me and decided that Spring had to blossom, even if only when it comes to my outfit!

Nunca fui muito de usar cor-de-rosa, especialmente em tons pastel, mas de vez em quando abro uma excepção e acaba por resultar! Confesso que com tantos dias cinzentos, já não podia ver roupas escuras à minha frente e decidi que a Primavera tinha que dar um ar de sua graça, nem que fosse apenas no meu outfit!

Share:
Ler Mais →

domingo, fevereiro 23, 2014

Nouveaux Horizons

807
806
805

I have always been very open to new cultures, to getting to know the world and growing up with those experiences. Since I was a little kid, I have always been fascinated with what's beyond my little country in which I live: I would go to the school library to read books on the Egyptian civilization, I would see atlas from one point to the other and would be fascinated with the maps hanging on the walls...

Sempre fui uma pessoa muito aberta a novas culturas, a conhecer o mundo e crescer com essas experiências. Desde miúda que sou fascinada com o que há para lá deste pequeno país que conheço: ia para a biblioteca da escola ler livros sobre a civilização egípcia, via atlas de uma ponta à outra e ficava fascinada com os mapas em tamanho real que estavam pendurados na parede... 

Share:
Ler Mais →

segunda-feira, fevereiro 17, 2014

Zebra

881
882883
884

So many times I hear someone saying "today I woke up feeling like wearing a print" and, honestly, I wish I could say the same. The problem is I've always been the kind of swimming against the tide and prints are a commonplace for me, I always wake up feeling like wearing prints! I guess I was born programmed to go straight to what's flashy and out of normal, so I can't really say I'm the kind of person who likes wearing basic staples.

Tantas e tantas vezes ouço alguém a dizer "hoje acordei com vontade de usar estampados" e, honestamente, gostava de poder dizer o mesmo. O problema é que eu sempre fui do contra e padrões são o meu lugar comum, logo acordo sempre com vontade de usar estampados! Acho que nasci programada para ir logo de encontro ao que há de mais berrante e fora do normal e, como tal, não sou de todo pessoa de usar peças básicas, de me ficar pelo não aquece nem arrefece

Share:
Ler Mais →

sexta-feira, fevereiro 07, 2014

She lifts her skirt up to her knees

786
787788
789

I am definitely not a person of following trends, but if there is something I definitely subscribe in a blink of an eye it the most recent entry of full skirts for all must have lists! Who doesn't love a great skirt that not only makes you feel pretty, but also brings a lot of fun? (this if, just like me, you think "full skirt" is the same as twirling)
Eu não sou definitivamente uma pessoa de seguir tendências, mas se há algo que subscrevo sem sequer pestanajar é a mais recente entrada das saias rodadas para as listas de must have! Quem é que não gosta de uma bela saia que não só nos faz sentir bonitas, como também traz imensa diversão? (isto se, tal como eu, acharem que "saia rodada" é sinónimo de rodopiar)

Share:
Ler Mais →

segunda-feira, fevereiro 03, 2014

What I Read: January

I started 2014 with the right foot when it comes to reading as I was able to read, nothing more, nothing less than six books. Unfortunately, I also know I could have read much more, if I didn't get lazy at the middle of the month (indeed, I read all these books at the first two weeks of January) and if I hadn't started four books that I didn't finish, a complete waste of time... Yet, I still think six is a great number to start off the year and I hope to continue this way in the next months!
Without further ado, here's what I have read in January...
Em 2014 comecei com o pé direito no que respeita a leituras e consegui ler, nada mais nada menos, que seis livros. Infelizmente, também sei que poderia ter lido muitos mais, se não tivesse ficado preguiçosa lá para o meio do mês (de facto, li todos estes livros nas primeiras duas semanas de Janeiro) e se não tivesse começado quatro livros que não acabei, uma completa perda de tempo... Ainda assim, considero que seis é um óptimo número para começar o ano e espero continuar assim nos próximos meses!
Sem mais demoras, aqui fica o que li em Janeiro...

Share:
Ler Mais →