Alentejo

À descoberta de Marvão, a mais bela vila fortificada alentejana

outubro 30, 2017,0 Comments

Guia de visita de Marvão, no Alentejo

Depois da descoberta da lindíssima vila de Castelo de Vide, o nosso fim-de-semana no Alentejo continuou com a visita de Marvão.
A Mui nobre e sempre leal vila de Marvão (assim denominada pela rainha D. Maria II) encontra-se em pleno Parque Natural da Serra de São Mamede, entre as vilas de Castelo de Vide e a cidade capital de distrito, Portalegre.
Com as suas ruas de calçada estreitas pontuadas com as típicas casas brancas alentejanas, Marvão não só é um óptimo local para passear como, do topo das suas paredes centenárias a cerca de 860 metros de altura, oferece uma vista de tirar o fôlego que por si só faz com que a visita a esta vila valha a pena!


Guia de visita de Marvão, no Alentejo
Guia de visita de Marvão, no Alentejo
Guia de visita de Marvão, no Alentejo
Guia de visita de Marvão, no Alentejo
Guia de visita de Marvão, no Alentejo
Guia de visita de Marvão, no Alentejo

Ainda antes de fazermos a subida até Marvão, decidimos parar na vizinha aldeia da Portagem para um almoço no restaurante Sever, espaço que toma o nome do rio que lhe é ribeirinho. Nos dias mais amenos, vale muito a pena sentar na esplanada para desfrutar de uma refeição tipicamente alentejana da qual se destacam as fantásticas carnes e a óptima garrafeira a acompanhar! Se são gulosos como eu e gostam de provar sempre algo típico da região, recomendo-vos a deliciosa sericaia com ameixas, doce tradicional alentejano à base de ovos e canela ao qual nunca consigo resistir!

Guia de visita de Marvão, no Alentejo
marvão, lá no alto, visto a partir da portagem

O fim do almoço reforçado convidava mesmo ao ócio alentejano, mas da Portagem já avistávamos Marvão lá no alto e mesmo esse pequeno vislumbre foi o suficiente para sabermos que tínhamos mesmo que visitar esta vila...

Guia de visita de Marvão, no Alentejo
Guia de visita de Marvão, no Alentejo
Guia de visita de Marvão, no Alentejo

Marvão foi eleita pela Travel+Leisure como uma das "25 Vilas Secretas Europeias", e se a promessa de um panorama de 360º já parecia motivo suficiente para a visitar, confesso que à chegada foi mesmo a atmosfera medieval que permaneceu intacta ao longo dos séculos, com as suas ruas estreitas e íngremes, casas imaculadamente caiadas e um magnífico castelo do século XIII, que me conquistaram e fizeram com que no meu coração elegesse Marvão como uma das vilas fortificadas mais espectaculares de Portugal!

Guia de visita de Marvão, no Alentejo
Guia de visita de Marvão, no Alentejo
Guia de visita de Marvão, no Alentejo
Guia de visita de Marvão, no Alentejo

A história de Marvão remonta muito atrás no tempo, mas encontra-se intimamente ligada à de Portugal a partir do momento em que foi conquistada aos mouros por D. Afonso Henriques. No ano de 1226, D. Sancho I viria a conceder à população um dos primeiros forais régios do Alentejo e, três anos mais tarde, seria D. Dinis a apoderar-se do então existente castelo para, através de várias ampliações e reedificações militares, mandar construir o actual Castelo de Marvão.

Guia de visita de Marvão, no Alentejo
Guia de visita de Marvão, no Alentejo

No topo de uma colina rochosa, este complexo de grossas e austeras paredes de granito é uma espécie de glória em ruínas que parece do alto vigiar as casas brancas de telha vermelha que se espalham pelas ruas estreitas e íngremes de Marvão.
Tão perto da fronteira, não é de espantar que Marvão tenha sido palco de batalhas e lutas políticas ao longo dos séculos e que o seu Castelo tenha feito parte da primeira linha defensiva do nosso território. A localização estratégica do Castelo de Marvão torna-se ainda mais óbvia quando subimos ao topo da sua Torre de Menagem e apreciamos a vista desobstruída que se estende para lá da fronteira espanhola a menos de 15 quilómetros de distância e que levaram o escritor José Saramago a afirmar que «de Marvão vê-se a terra toda. Compreende-se que neste lugar (...) o viajante murmure respeitosamente: que grande é o mundo!».

Guia de visita de Marvão, no Alentejo
Guia de visita de Marvão, no Alentejo
Guia de visita de Marvão, no Alentejo
Guia de visita de Marvão, no Alentejo
Guia de visita de Marvão, no Alentejo

Marvão acolhe várias festividades ao longo do ano e a nossa visita acabou mesmo por coincidir com a existência do Al Mossassa, um festival que ocorre conjuntamente dos dois lados da fronteira e que homenageia as suas raízes muçulmanas.
Esta feira que reúne a cultura islâmica ao melhor do medieval é animada com espectáculos de música, dança, artes circenses ou mesmo demonstrações de falcoaria. Para além dos diversos stands de comida existentes, poderão ainda apreciar o "Mercado das Três Culturas", no qual ao longo das dezenas de tendas expostas na vila poderão ver uma combinação dos legados islâmico, judaico e cristão, que aqui surgem sob a venda de produtos e objectos tais como jóias, chás e ervas, flores, incensos, tecidos e tapetes, sabonetes, velas ou ainda produtos regionais que são vendidos fora do festival nas lojas da vila, tais como as castanhas, o queijo de Nisa ou as azeitonas.
Nem imaginam o quão fascinante é estar dentro destas paredes centenárias e poder gozar deste clima de festa!

Guia de visita de Marvão, no Alentejo
Guia de visita de Marvão, no Alentejo
Guia de visita de Marvão, no Alentejo

Com os seus vestígios que foram deixadas pelo tempo, sejam estes heranças góticas, manuelinas ou testemunhos da época medieval, a visita à vila histórica de Marvão parece fazer-nos recuar no tempo. É sem dúvida verdade que a vida no Alentejo parece levar outro ritmo: talvez o tempo aqui passe mais devagar, ou talvez seja apenas o quotidiano que não é tão cheio de pressas como em outros lugares.

Guia de visita de Marvão, no Alentejo
Guia de visita de Marvão, no Alentejo
Guia de visita de Marvão, no Alentejo
Guia de visita de Marvão, no Alentejo
Guia de visita de Marvão, no Alentejo
Guia de visita de Marvão, no Alentejo

Como o tempo aqui tem uma medida diferente, vale a pena retardar o regresso da viagem e ficar um pouco mais para apreciar o pôr-do-sol de cores vivas, além da surpreendente paz que parece reinar nesta vila depois de todos os turistas partirem.
Marvão é sinónimo de história, mas também de harmonia e tranquilidade e, aqui entre nós, o que mais se poderia desejar?

já tiveram a oportunidade de visitar marvão? qual o balanço da vossa visita?

A ler também...

0 comentários: