Alentejo

Um fim-de-semana em Évora: 10 coisas a fazer na histórica cidade alentejana

janeiro 15, 2018,4 Comments

Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo

No coração do Alentejo, a meio caminho entre Lisboa e a região espanhola da Estremadura, vale a pena visitar Évora não só pela sua excelente localização que faz dela uma óptima base para descobrir toda a região do Alentejo, como também pela oportunidade de conhecer a sua história, provar a gastronomia alentejana ou pura e simplesmente aproveitar a sua serenidade para relaxar.

Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo

Entre as muitas razões que me levaram a querer visitar Évora está o facto de esta cidade ter sido eleita Património Mundial pela UNESCO, a qual a considerou como «o melhor exemplo de uma cidade da Idade do Ouro portuguesa após a destruição de Lisboa no sismo de 1755». Quem me conhece sabe que tenho a UNESCO em elevada consideração e, como tal, decidi partir um fim-de-semana à descoberta desta cidade-museu!
Os vestígios de diferentes épocas históricas e civilizações mantêm-se praticamente intactos em Évora, numa mistura de heranças do passado a descobrir nas suas medievais ruas de calçada, nas arcadas que abrem sobre bonitas praças ou nas várias lojas de artesanato local que procuram conservar o que de melhor há na região. Ainda assim, Évora consegue manter um espírito jovial, ou não fosse esta a cidade que abriga a segunda universidade mais antiga do país.
Seja qual for a razão da vossa visita, acreditem que não falta o que fazer nesta cidade alentejana...

O QUE FAZER EM évora...


1. templo romano e jardim de diana

LARGO DO conde de vila floraCesso gratuito

Obviamente, qualquer visita a Évora tem que começar por aquele que é um dos seus cartões de visita: o Templo Romano de Évora (igualmente conhecido como Templo de Diana).
Este monumento do centro histórico remonta ao século I d.C. e é um dos mais bem preservados templos romanos da Península Ibérica. Se inicialmente se especulou que teria sido construído en honra de Diana, deusa da caça (daí o seu nome mais popular), a história acabou por confirmar que na realidade era uma forma de adoração imperial já que foi eregido em homenagem ao Imperador Augusto. 
Do templo original, de forma rectangular, apenas restam a base de granito e parte das colunas coríntias de origem, fruto de várias destruições e alterações que sofreu ao longo do tempo. Apesar de a fachada e o chão de mosaico terem desaparecido completamente, as restaurações de que foi alvo no século XIX permitiram conservar o que sobrava deste monumento histórico, pelo que vale a pena parar por breves momentos no centro da praça para admirar aquele que é o monumento mais antigo da cidade!
Caso esteja bom tempo, não deixem de fazer um passeio pelo Jardim de Diana (situado em frente ao Templo), não só para relaxar num banco de jardim ou beber um refresco do quiosque que aqui se encontra situado, mas sobretudo para apreciar a magnífica vista sobre a cidade e a planície alentejana!

Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo


2. sé catedral de évora

LARGO DO marquês de marialvacatedral: 1.5€ | catedral + claustro: 2.5€

A Sé Catedral de Évora (ou no seu pomposo nome oficial, Basílica Sé de Nossa Senhora da Assunção) é a maior catedral medieval de Portugal.
Se o exterior da fachada em granito transmite um ar algo austero e pouco convidativo (quiçá resultado da sua transição entre os estilos românico e gótico), não deixem que a primeira impressão vos impeça de visitar este monumento do século XII!
Logo antes de entrar, aproveitem para admirar a fachada com esculturas dos Apóstolos e as impressionantes torres medievais que se impõem de cada um dos lados da fachada da Sé.
Já no interior, tenho a certeza que tal como eu vão ficar surpreendidos com a imensidão do espaço, com o fascinante tecto abobadado ou as impressionantes naves que se estendem por 70 metros!
Na vossa visita, façam uma paragem no claustro da Sé, fascinante exemplo de arquitectura gótica e que se destaca igualmente como parte da história da cidade ao abrigar os túmulos dos arcebispos de Évora.
Façam uma visita ao Museu de Arte Sacra, o qual inclui várias obras desde pinturas, esculturas e mesmo peças de ourivesaria e deixem o melhor para o final: subam ao terraço da Catedral, admirem de perto a lindíssima torre-lanterna e apreciem aquela que é muito provavelmente a melhor vista panorâmica sobre a cidade de Évora!

Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
O exterior da catedral, detalhe das esculturas dos apóstolos e um modelo da sé

Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
o interior da sé catedral

Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
o claustro gótico

Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
O terraço e a vista panorâmica sobre a cidade de évora


3. museu DE ÉVORA

LARGO DO conde de vila floradultos: 3€

Criado em 1915 para abrigar as colecções de peças romanas, visigóticas e árabes que faziam parte de marcos históricos da cidade como o Palácio D. Manuel, o Templo Romano ou a Praça do Giraldo, o Museu de Évora abriga actualmente mais de 20.000 objectos de variados temas, tornando-o um dos mais importantes de Portugal.
Além de ser uma óptima forma de ficar a saber mais sobre a história de Évora (e do país), na minha opinião vale sobretudo a pena visitar o museu pela excelente colecção de pinturas do primeiro andar e, sobretudo, pela sua obra-prima, um conjunto de 13 painéis que representam a Vida da Virgem, pintados no século XV por autores desconhecidos da escola de Bruges.

Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo


4. rua cinco de outubro


A Rua Cinco de Outubro merece o seu destaque não só por ser uma forma rápida de unir o Templo Romano e a Sé Catedral à icónica Praça do Giraldo, mas especialmente por ser uma rua famosa pelo seu comércio local!
Quando actualmente se assiste a uma cada vez maior susbtituição das lojas tradicionais pelas boutiques de grandes marcas, é impressionante descobrir toda uma rua dedicada à venda de artesanato ou produtos regionais, cuja oferta vão desde os típicos cestos de verga a cerâmica, têxteis em pele, rendas ou bordados e mesmo objectos em cortiça!

Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo

Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo


5. praça do giraldo


Descendo a Rua Cinco de Outubro, vão encontrar-se naquela que é a praça mais conhecida de Évora: a Praça do Giraldo, assim nomeada em homenagem a Geraldo Geraldes que conquistou Évora aos mouros em 1167, tendo caído nas graças do rei D. Afonso Henriques, o qual o nomeou alcaide da cidade e fronteiro-mor do Alentejo.
No meio da praça encontram espalanadas que convidam a admirar as bonitas fachadas em estilo neoclássico e romântico, bem como os candeeiros que mostram o brasão da cidade. Numa das arcadas da Praça do Giraldo irão encontrar o Café Arcada, o qual data de 1942. Apesar de ter achado que o atendimento deixa um pouco a desejar (com pré-pagamento servido de alguma confusão no serviço), recomendo que visitem esta instituição da cidade de Évora para admirarem o mobiliário e decoração antigos, bem como para provarem as famosas queijadas de Évora ou as quejadas de requeijão!

Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo


6. capela dos ossos

praça 1º de maioADULTOS: 4€ (inclui capela dos ossos, núcleo museológico, galeria de presépios e terraço panorâmico)

Basta mencionar Évora para que a muitos lhes ocorra logo a conhecida Capela dos Ossos!
Edificada no século XVII por frades franciscanos que pretendiam transmitir a fragilidade da vida humana, esta capela tem cerca de 18 metros de comprimento por 11 de largura.
Os cerca de 5000 ossos e crânios humanos, provenientes das sepulturas de igrejas e cemitérios da cidade, são dispostos nas paredes e pilares, ligados por cimento. Para mim, a parte mais bonita desta divisão são as suas abóbadas, as quais se encontram pintadas com motivos alusivos à morte.
Se já anteriormente vos mencionei a minha experiência nas Catacumbas de Paris e vos confessei que dificilmente considero exposições de ossos como algo fascinante, ainda assim admito que a visita a este local que alguns consideram sinistro é algo obrigatório, já que visitar Évora e não visitar a Capela dos Ossos parece algo sem sentido. Além disso, há que ter em conta que o bilhete de acesso inclui a entrada para outras áreas...

Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo


7. IGREJA DE SÃO FRANCISCO e núcleo museológico

PRAÇA 1º DE MAIOACESSO GRATUITO

O que muitos parecem desconhecer é que a Capela dos Ossos faz parte da adjacente Igreja de São Francisco, uma igreja de arquitectura gótico-manuelina do final do século XV que impressiona pela sua espectacular abóbada que se eleva a vinte e quatro metros de altura! Se só pela sua arquitectura e decoração esta antiga Capela Real merece uma visita, saibam que segundo a tradição é nesta igreja que foi sepultado o grande dramaturgo português Gil Vicente!
Além da visita à igreja (de acesso gratuito), aproveitem o bilhete adquirido na Capela dos Ossos para visitar o pequeno museu adjacente que contém obras de arte sacra e uma exposição de presépios, bem como para subirem ao terraço panorâmica da igreja para admirarem a cidade de Évora vista de cima!

Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
O interior da igreja

Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
O museu de arte sacra

Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
a colecção de presépios em exposição

Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
a vista a partir do terraço


8. conhecer a cidade a pé


Depois de tantas visitas a museus e monumentos, não deixem de aproveitar o ar livre e de conhecer Évora da melhor forma possível: a pé, caminhando pelas suas ruas estreitas alinhadas com as típicas casas alentejanas caiadas de branco, cafés e restaurantes com esplanada e edifícios históricos.
Vale a pena deambular pela cidade, quanto mais não seja para apreciar a sua incrível arquitectura com vielas arqueadas, pátios de azulejos e casas que reflectem a presença mourisca na cidade até à sua libertação em 1167 por Geraldo Sem-Pavor!

Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo


9. jardim público de évora

PRAÇA 1º DE MAIOACESSO GRATUITO

É certo que depois de tanto caminhar por Évora, nada melhor do que sentar num banco de jardim a relaxar!
A minha sugestão é que passem pelo Jardim Público de Évora, um parque com uma área de 3,3 hectares que surpreende não só pela diversidade de plantas, como também pela tranquilidade. 
Quer venham até este jardim por um pouco de lazer, para aproveitar os quiosques, ouvir a banda tocar no coreto ou até para admirar os cisnes no seu pequeno lago, o que é certo é que depois de um fim-de-semana a ver o melhor do Património Mundial de Évora, sabe muito bem descansar!
Para os ávidos de história como eu, saibam que o próprio jardim é um marco em Évora, já que aqui se encontram os vestígios da antiga Muralha Medieval e ainda o Palácio D. Manuel, o qual foi mandado construir por D. Afonso V no século XV sob o nome de Paço Real de Évora. A família real passou aqui grandes temporadas, mas do antigo palácio apenas resta para admirar a chamada Galeria das Damas, cujas janelas em arco de ferradura típicas do estilo manuelino nos fazem compreender tão bem o nome deste palácio!

Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
o palácio d. manuel


10. provar a gastronomia alentejana


Não, eu não me esqueci de uma sugestão para os mais gulosos, aliás provar a gastronomia alentejana deve estar no topo das vossas prioridades! Em Évora não faltam locais onde provar pitéus acompanhados por excelentes vinhos da região! De entre as muitas especialidades regionais, decidi ao almoço provar as famosas migas alentejanas com carne de porco. Confesso que este prato não me seduziu, mas a sobremesa foi um doce que insisto em comer sempre que visito a região: a deliciosa sericaia!

Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo

Ainda em Évora, têm mesmo que passar na Pastelaria Conventual Pão de Rala, a qual, além de ter uma grande variedade de pastelaria que vos vai deixar de água na boca, é sobretudo conhecida pela sua especialidade: o pão de rala! Esta doçaria conventual à base de gemas, açúcar, limão, amêndoas e chila é um pouco doce, mas estaria a mentir se não confessasse aqui que é uma delícia!

Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo

Visitei Évora num fim-de-semana, mas no final a impressão com que fiquei é que muito provavelmente um dia é suficiente para visitar os principais sítios turísticos da cidade. Ainda assim, ter dois dias acabou por se revelar um presente pois veio com a possibilidade de ver tudo com mais calma, aproveitar o bom tempo que fazia em final de Outubro para usufruir das inúmeras esplanadas e, sobretudo, para desfrutar do famoso ócio alentejano!

Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo


GOSTAS DESTE ARTIGO? GUARDA-O NO PINTEREST!
Roteiro de um fim-de-semana em Évora, no Alentejo

A ler também...

4 comentários:

  1. Respostas
    1. Évora é uma cidade lindíssima! Com certeza merece ser explorada ;)

      Eliminar
  2. Évora é das poucas cidades portuguesas onde nunca fui, nem mesmo em pequena. Já está nos planos há muito tempo, mas ainda não se concretizou. Tudo o que apresentas aqui são excelentes razões para parar de adiar a minha visita!

    Mundo Indefinido

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Catarina, tens mesmo que visitar Évora, nem que seja apenas num fim-de-semana! É uma cidade tão bonita!

      Eliminar