Amsterdão

Entre flores, bicicletas e canais: 48 horas em Amsterdão

novembro 22, 2016,0 Comments

Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão
Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão
Adoro pesquisar destinos e organizar viagens, mas sou a primeira a confessar que por vezes certas cidades me surpreendem, em parte porque tenho uma ideia errada das mesmas.
A ideia de passar uma folga em Amsterdão surgiu a convite de uma amiga e admito que na altura não estava no topo das minhas prioridades já que a minha ideia da capital dos Países Baixos se resumia às coffee shops, ao Red Light District e a uma meia dúzia mais de preconceitos restritivos.
Arrependo-me de alguma vez ter tido essa ideia da cidade, mas se há algo que me deixa feliz é ainda assim ter decidido visitar Amsterdão.
Algumas pesquisas depois, comecei a perceber que Amsterdão até que se poderia revelar um destino interessante e o entusiasmo cresceu. Ainda assim, nada poderia me para aquilo com que me deparei. Não há outra forma de o dizer: apaixonei-me por Amsterdão e sonho com o dia em que lá voltarei. Vamos colocar as coisas nestes termos: houve chuva (por vezes bastante chuva), ganhei uma constipação que durou umas boas semanas e ficámos no hotel mais barato que encontrámos (nem por isso o mais charmoso) e, apesar disto tudo, a única coisa que retive foi a beleza da cidade: as casas estreitas, os canais pelos quais adorei passear, as milhentas bicicletas, as flores, a maravilhosa comida... 
Podia alongar-me sobre as mil e uma coisas que vos farão perder-se de amores por esta cidade, mas prefiro deixar-vos com aquilo que têm mesmo que visitar...




Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão

anne frank huis

prisengracht, 263-267adultos: 9€ (compra online aconselhada)

Penso que uma das poucas coisas que eu sempre soube que queria visitar em Amsterdão era a Casa da Anne Frank. Lembro-me de comprar O Diário numa feira do livro quando era miúda (ainda hoje tenho o meu exemplar) e de o ler nas noites seguintes de uma ponta à outra. Estaria a mentir-vos se dissesse que não sonhei em ser um dos cerca de meio milhão de visitantes que todos os anos passam pela falsa estante que esconde a entrada para o Anexo Secreto!
Infelizmente, como a minha viagem foi planeada um pouco em cima da hora, não conseguimos encontrar bilhetes à venda online para os dias da nossa estadia e como tal já ia preparada para passar horas na fila, mas a sorte jogou a nosso favor! Acabámos por chegar a Amsterdão mais cedo do que previsto (leia-se: de madrugada) e, depois de um bom pequeno-almoço, sugeri que fizessemos fila para a Casa. Como chovia, a maior parte dos visitantes parecia desencorajado em por ali ficar e acabámos por ser dos primeiros a entrar!
Pessoalmente, adorei a visita! O Anexo, a pedido de Otto Frank (pai de Anne e único sobrevivente do grupo), encontra-se completamente despido de móveis para representar o vazio deixado pela morte de todos os que não sobreviveram ao Holocausto, mas podem imaginar como era cada divisão na altura através de fotos de reconstituição. Por ser um lugar carregado de História e emoção, não é permitido fotografar no interior, mas só o facto de passar pelos mesmos locais onde os Frank viveram é uma experiência inesquecível. 

Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - casa de Anne Frank
Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - casa de Anne Frank
Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - casa de Anne Frank
Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - casa de Anne Frank

westerkerk

PRISENGRACHT, 281ADULTOS: 7€ (máximo 6 pax por grupo)

Outro lugar que têm mesmo que visitar é a Westerkerk (ou Igreja Ocidental), uma das quatro igrejas edificadas no século XVII a Norte, Sul, Este e Oeste do centro da cidade.
A igreja fica mesmo ao lado da Casa da Anne Frank e esta chegou mesmo a descrever no seu diário o som do tocar dos sinos desta igreja. A igreja é ainda conhecida por ser aqui que se encontra enterrado Rembrandt ou por ter sido nela que casou a Princesa Beatriz.
Com 85 metros de altura (aos quais se acrescenta uma coroa dourada), a vista do topo é simplesmente excepcional! A subida é bem íngreme, mas vale muito a pena! A visita da igreja é gratuita (e por que não aproveitar para ouvir um concerto de órgão?), já a da torre é paga, mas recomendo que reservem uma visita no local (apenas podem subir 6 pessoas de cada vez, por isso depende um pouco da disponibilidade).

Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - Westerkerk
Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - Westerkerk
Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - Westerkerk
Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - Westerkerk
Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - Westerkerk
Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - Westerkerk
Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - Westerkerk

cruzeiro de barco

PRIns hendrikkade (em frente à centraal station)ADULTOS: 16€

Uma das coisas que têm mesmo que fazer se passarem por Amsterdão é uma viagem de barco pelos canais! Esta é uma opção bastante interessante se, tal como eu, têm pouco tempo para visitar a cidade, já que em cerca de 1 hora poderão explorar o circuito de canais que faz parte do Património Mundial da UNESCO e descobrir ainda imensos factos interessantes no caminho.
Existem imensas empresas com as mais variadas ofertas, mas aconselho que façam um tour narrado! Pessoalmente fiz o tour 100 highlights da Canal e tenho a dizer que ao pôr-do-sol/início da noite é simplesmente mágico!

Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - cruzeiro de barco pelos canais
Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - Centraal Station
A centraal station de noite

Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - cruzeiro de barco pelos canais
Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - cruzeiro de barco pelos canais
Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - Magere Brug
A magere brug ("ponte magra"), uma tradicional ponte levadiça holandesa em madeira, assim apelidada pela sua estrutura estreita

Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - cruzeiro de barco pelos canais
Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - cruzeiro de barco pelos canais
Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - Westerkerk
A westerkerk de noite

dam square

Outra zona pela qual têm que passar é a da Dam Square, uma praça rectangular onde podem encontrar, por exemplo, o Museu Madame Tussauds, a Nieuwe Kerk, o National Monument ou o Koninklijk Paleis.

Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - Dam Square
Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - Dam Square, Madame Tussauds
koninklijk paleis, originalmente edifício da Câmara de Amsterdão, foi transformado em Palácio Real em 1808 depois de Napoleão ter decidido coroar o seu irmão como Rei da Holanda. Hoje acolhe ocasionalmente a Rainha Beatriz (aliás, não é possível visitar o Palácio nos dias em que esta está presente) e no interior encontra-se o Tribunal, outrora sala de julgamento para onde eram levados os condenados, os quais eram enforcados na Dam em praça pública.

Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - Dam Square, Koninklijk Paleis
Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - Dam Square, Koninklijk Paleis
national monument, monumento erigido como memorial da II Guerra Mundial, relembra diariamente as atrocidades cometidas e as pessoas que morreram na guerra. Este monumento é uma peça central do 4 de Maio (Dia Nacional da Memória), quando a família real e locais prestam respeito a soldados falecidos na II Guerra, bem como em conflitos mais recentes.

Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - Dam Square, National Monument

amsterdam museum

kalverstraat, 92ADULTOS: 12.5€

Não tendo tido tempo para visitar os incontáveis museus de Amsterdão, decidi seguir as dicas de quem já visitou a cidade e começar por aquele que é um dos básicos a visitar: o Museu de Amsterdão.
Este museu, que se encontra num antigo orfanato da cidade, possui uma exposição permanente intitulada Amsterdam DNA que traça o crescimento da cidade por ordem cronológica através de mapas, quadros e objectos históricos
Se pretendem ficar a saber um pouco mais sobre Amsterdão, não deixem de visitar este museu, tem imensos recursos interactivos e é super interessante!

Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - Amsterdam Museum
Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - Amsterdam Museum
Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - Amsterdam Museum
Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - Amsterdam Museum
Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - Amsterdam Museum

vondelpark & museumplein


Um pouco mais fora do centro podem visitar o vondelparl, um parque municipal de 48 hectares que já foi um pântano e que é actualmente composto de relvados, trilhos, lagos e estátuas. Este é o local perfeito para relaxar depois de uma longa caminhada por Amsterdão ou pura e simplesmente para andar de bicicleta, fazer um piquenique ou apanhar sol!

Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - Vondelpark
Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - Vondelpark
Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - Vondelpark
Não muito longe do Vondelpark fica a museumplein, isto é, a praça dos Museus! O nome é bem adequado já que é aqui que encontram o Rijksmuseum, o Museu Van Gogh ou ainda o Stedelijk Museum. Infelizmente não consegui visitar estes museus dada a minha curta visita (mas já estão na minha lista para uma próxima vez), mas ainda assim recomendo um passeio por esta zona, quanto mais não seja para tirar uma foto ao pé da famosa placa I AMsterdam!

Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - Museumplein
Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - Museumplein, I Amsterdam

mercados


Se há algo que tem que estar na vossa lista do que ver em Amsterdão é visitar pelo menos um mercado!
Eu tive pouco tempo para visitar Amsterdão, mas consegui visitar três: o Noordermarkt, o Albert Cuyp Markt e o Bloemenmarkt. Contudo, saibam que existem muitos mais e que nestes se vende um pouco de tudo, desde comida e flores a obras de arte e antiguidades.

Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - mercados, Noordermarkt
Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - mercados, Noordermarkt
Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - mercados, Noordermarkt
Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - mercados, Noordermarkt
Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - mercados, Noordermarkt
O  primeiro mercado que visitei foi o NOORDERMARKT. Visitei este mercado logo pela manhã, ainda sem muita gente, com os feirantes a colocarem os produtos nas bancas. É um mercado onde poderão encontrar desde produtos biológicos vendidos por agricultores a produtos de padaria e pastelaria ou até mesmo flores. Neste mercado comprei stroopwafels embaladas, as quais só provei quando cheguei a casa, apenas para descobrir que deveria ter comprado mais porque eram óptimas!

sábados das 9h-15h
Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - mercados, Albert Cuyp Markt
Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - mercados, Albert Cuyp Markt
Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - mercados, Albert Cuyp Markt
Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - mercados, Albert Cuyp Markt
Já o albert cuyp MARKT é enorme, aqui podem encontrar várias especialidades gastronómicas holandesas num só sítio, bem como todo o tipo de produtos e tralhas afins que se vendem normalmente em mercados.

Segunda a sábado das 9h30-17h
Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - mercados, Bloemenmarkt
Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - mercados, Bloemenmarkt
Drawing Dreaming - dois dias em Amsterdão - mercados, Bloemenmarkt
O último mercado de que vos falo não tem comida, mas tem uma das cartas postais de Amsterdão: flores. Sim, falo-vos do bloemenMARKT! Este mercado não vende exclusivamente tulipas, mas não deixem de passar por lá para admirar a variedade de flores disponíveis e quem sabe para comprar alguns bolbos para levar para casa!

Segunda a sexta das 8h30-19h
fim-de-semana das 8h30-19h30

No geral, descobri não só que há muito mais para ver e fazer em Amsterdão do que tinha antecipado, mas também que é um destino ao qual eu regressaria de bom grado a fim de aproveitar tudo o que esta cidade fantástica tem para oferecer!

gostas deste artigo? guarda-o no pinterest!

Drawing Dreaming: o que visitar em Amsterdão em dois dias

A ler também...

0 comentários: